12/11/09

Bolar



Para daprender a bolar bundaba
l'ampeço i l fin
dua lenguaige personal,

an que las manos, ampacientes,
znudássen la paisaige i,
solo por un sfergante,

se bolbíssen alas...


S:)

Para aprender a voar bastava
o começo e o fim
de uma linguagem pessoal,
em que as mãos, impacientes,
despissem a paisagem
e, apenas por um instante,
se tornassem asas...

S:)

3 comentários:

Abelhón disse...

Bolar!! libardade an stado puro quando l aire arrepuxa la chicha de las queixadas adreito a las oureilhas. Outra dimenson a que todos puoden chegar.
Assi tamien nácen ls Abelhones.

Abraços

"Scacição" disse...

Bíban ls abelhones:)

Ana disse...

Lindo! Lindo! Lindo!